Periódico galego de informaçom crítica

Vidas que importam

por
héc­tor barandela

Ainda re­cen­tes as con­cen­tra­çons an­tir­ra­cis­tas le­va­das a cabo a ní­vel glo­bal após o as­sas­si­nato de George Floyd nos EUA, neste mês de ju­lho gra­vou-se um novo caso de bru­ta­li­dade po­li­cial con­tra um jo­vem ra­ci­a­li­zado em Compostela. Nom é só em Minneapolis ou em Lavapiés, tam­bém nas pa­ra­das de au­to­carro dos bair­ros da Galiza acon­te­cem dia após dia agres­sons ra­cis­tas. Depois do acon­te­cido, umha con­vo­ca­tó­rio so­li­dá­ria com o agre­dido re­a­li­zava-se na praça do Obradoiro, fi­cando bem mais va­zia do a con­vo­ca­tó­ria or­ga­ni­zada a par­tir do BlackLivesMatter. Ainda que nesta oca­siom nom fô­rom cen­tos de pes­soas, à con­cen­tra­çom ache­gá­rom-se dú­zias de vi­zi­nhas para mos­tra­rem o seu apoio com os agredidos.

Nom foi esta a única mo­bi­li­za­çom an­tir­ra­cista de­sen­vol­vida nes­tas úl­ti­mas se­ma­nas. Na ci­dade da Corunha, SOS Racismo con­vo­cava umha con­cen­tra­çom no bairro das Cunchinhas para vi­si­bi­li­zar a cam­pa­nha es­ta­tal que re­clama a re­gu­la­ri­za­çom ime­di­ata de to­das as pes­soas em si­tu­a­çom ad­mi­nis­tra­tiva ir­re­gu­lar, umha me­dida que foi to­mada no Portugal. Estas fô­rom as úl­ti­mas or­ga­ni­za­çons de pro­testo no nosso país con­tra o ra­cismo es­tru­tu­ral, muito pre­sente na le­gis­la­çom vi­gente, nas for­ças de se­gu­rança e em mui­tas ati­tu­des quo­ti­di­a­nas da po­pu­la­çom ge­ral que as pes­soas ra­ci­a­li­za­das pa­de­cem a diário.

Ademais, a re­a­çom da ex­trema-di­reita está a co­lo­car no seu ponto de mira as pes­soas ra­ci­a­li­za­das. Na ci­dade de Lisboa, por exem­plo, o lo­cal de SOS Racismo apa­re­cia pin­tado com men­sa­gens ame­a­çan­tes, quando em ju­nho ti­vera lu­gar umha mo­bi­li­za­çom an­tir­ra­cista con­si­de­rada histórica.

Assim, es­tas in­jus­ti­ças e es­tas rei­vin­di­ca­çons lem­bram-nos que para a cons­tru­çom de um país li­vre e umha so­ci­e­dade igua­li­tá­ria as vo­zes e as vi­das das pes­soas ra­ci­a­li­za­das nom po­dem fi­car no esquecimento.

Publicidade

O último de Editorial

Pantomima judicial

As úl­ti­mas se­ma­nas dei­xá­rom umha forte ex­pres­som so­li­dá­ria com as mi­li­tan­tes de

Tecnologizaçom pós-Covid19

O con­fi­na­mento so­cial de­cre­tado polo go­verno es­pa­nhol trouxo con­sigo um in­cre­mento do

Futuro incerto

Quais mu­dan­ças so­ci­ais nos vai tra­zer a Covid19? É umha per­gunta muito
Ir Acima